segunda-feira, 29 de abril de 2013

Sinop: anteprojeto para ampliar aeroporto fica pronto em 30 dias

Sinop: anteprojeto para ampliar aeroporto fica pronto em 30 dias

Fonte: Só Notícias/Weverton Correa e Thais Festa (foto: Só Notícias/arquivo)

Foto
O anteprojeto para reforma e ampliação do aeroporto presidente João Figueiredo deve ser concluído em um mês e enviado para avaliação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A previsão foi feita, ao Só Notícias, pelo prefeito Juarez Costa (PMDB), que relevou já estar pleiteando a verba necessária para as obras, principalmente junto aos governos federal e estadual. Contudo, devido aos trâmites burocráticos, prazos não foram estipulados.

Juarez explicou que o anteprojeto é uma prévia do que devem ser as obras, já que "o projeto não podemos fazer, quem vai fazer é a própria Aviação Civil. Mas estamos o apresentando à frente de todas as prefeituras e devemos em aproximadamente 30 dias, tê-lo pronto, no valor de R$ 170 milhões, que é o que estamos pleiteando".

Possivelmente, as obras da primeira parte acontecerão no terminal de passageiros com a instalação de equipamentos de segurança, controle de navegação aérea, expansão da área com oito mil metros quadrados, entre outros. O desembarque de passageiros será desmembrado. O pátio para voos comerciais é de 45 mil metros e para voos executivos 21 mil metros.

Conforme Só Notícias já informou, em seguida, deverá ser feita a ampliação da pista, que atualmente tem 1,6 mil metros e pode chegar a três mil metros até o final da obra. O terminal de cargas está previsto para o terceiro módulo. A estrutura é de quatro mil metros e comporta três aeronaves simultaneamente, além de duas em espera. A ampliação é de cerca de 3,3 quilômetros quadrados.

A prefeitura já aguarda posicionamento da Anac para mais uma empresa (que atua na cidade) operar com voos a Cuiabá, de madrugada, com saída da capital à 01h05 e chegada às 2h05. A partida de Sinop seria às 3h30 com chegada às 4h45. A iniciativa partiu da própria empresa que já opera com voos Sinop a Brasília. Atualmente, uma companhia tem voos diários a Cuiabá.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Artigo: Do Campo Velho ao Marechal Rondon

Artigo: Do Campo Velho ao Marechal Rondon

Cuiabá sempre teve aeroportos “provisórios”, “remendados” e “puxadinhos”, construídos apenas para atender às necessidades imediatas de seu tempo presente. Isto ocorreu desde os tempos do “Campo Velho” e dos hidroaviões (1929) até à era dos aviões a jato, com o atual Aeroporto Internacional Marechal Rondon. Como parte dessa expansão, existe um projeto de obras em execução no Marechal Rondon, que deve ser inaugurado antes da Copa de 2014. Nessas obras estão previstas a reforma e ampliação do terminal de passageiros, do sistema rodoviário interno e do estacionamento do aeroporto. O projeto prevê ainda a instalação de pontes de embarque, nova sinalização horizontal do pátio da aeronave, área de equipamentos de rampa e ampliação dos sistemas de infraestrutura básica do novo prédio administrativo da Infraero.

Com a execução do projeto, a área construída do novo aeroporto passará de 5,46 mil metros quadrados para 13,20 mil metros quadrados. A capacidade também deve aumentar, passando de 2,5 milhões para 5,7 milhões de passageiros ao ano. A estimativa é de que as obras fiquem prontas em dezembro deste ano.

Em meio a essas ações, expectativas e projeções, a população mato-grossense, especificamente de Cuiabá e Várzea Grande, espera por um aeroporto “definitivo” que insiste em não chegar. Será que chegará junto com a Copa de 2014? O discurso de modernização em torno desse evento já chegou. A cidade de Cuiabá, que continua esperando pelo trem, aguarda agora pelo VLT e pelo moderno aeroporto.

Ao longo de quase um século, Cuiabá não conseguiu se desvencilhar do caráter “provisório” de seu aeroporto. Por ora, a certeza que temos é de que o “Campo Velho” continua cada vez mais esquecido, ao passo que se renovam os discursos de modernização em uma cidade que não para de (re)criar seus espaços.

A tendência é de que a nossa capital continue crescendo em uma proporção absurda, visível a olho nu por todos que passam ou vivem por aqui. A demanda por um aeroporto capaz de atender esse crescimento já está posta.

Passou o tempo e chegou a hora de desvencilhar-se dos “puxadinhos”, das obras remendadas feitas às pressas, em detrimento da urgência de realização de grandes obras estruturais que a metrópole exige. Passou-se da hora de Cuiabá romper com o estigma de ser uma cidade “reformada”, sem visão de futuro, planejamento e respeito ao ser humano.

Analisando a história do aeroporto de Cuiabá, chegamos a algumas constatações importantes: (a) a construção do aeroporto de Cuiabá na história regional foi precedida por um determinado discurso de modernização, implementado pelas elites política, econômica e letrada; (b) a transferência do aeroporto de Cuiabá para Várzea Grande atendeu a interesses políticos e econômicos, a fim de conferir, a este município, uma afirmação de identidade; (c) não existiu, por parte do poder público e de nenhum outro órgão, ações no sentido de preservar esses lugares históricos e, muito menos, de registrar os acontecimentos que ocorreram em Cuiabá e Várzea Grande, no que diz respeito aos desdobramentos da história da aviação no estado de Mato Grosso.

Atualmente, os grandes aeroportos vêm desempenhando papel relevante no desenvolvimento regional, constituindo-se em uma rede de serviços, um centro de negócios dotado de infraestrutura capaz de movimentar uma parcela significativa da economia, gerando emprego e renda e, ainda, fomentando o turismo e o desenvolvimento regional. Em Cuiabá não será diferente, por isso acredito que este processo é só uma questão de tempo mesmo.



*VALMIR FERREIRA DOS SANTOS é historiador, teólogo, escritor e conferencista, atualmente cursando mestrado em História na Universidade Federal de Mato Grosso

valmir_1221@yahoo.com.br

terça-feira, 23 de abril de 2013

Obras do aeroporto Marechal Rondon apresentam evolução

Obras do aeroporto Marechal Rondon apresentam evolução
As obras de ampliação do aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, tiveram notável evolução entre os meses de março e abril. No canteiro de obras, onde acontecem as obras de fundação, já é possível avistar as colunas de sustentação do novo prédio. A área do estacionamento, fechada com tapumes, começa a dar lugar ao novo pátio. Tocada pelo consórcio Marechal Rondon, a obra está orçada em R$ 77,2 milhões e deve ser entregue até o dia 31 de dezembro conforme cronograma da Matriz de Responsabilidade de Cuiabá para a Fifa e o Col (Comitê Organizador Local da Copa). 









sábado, 20 de abril de 2013

Obras do aeroporto de Rondonópolis iniciam em maio, garante secretário.

Obras do aeroporto de Rondonópolis iniciam em maio, garante secretário.

Rossana Gasparini, de Rondonópolis

-- O aeroporto Maestro Marinho é o maior e mais movimentado da região Sul do Estado
O aeroporto Maestro Marinho é o maior e mais movimentado da região Sul do Estado
   



























Apesar de a secretaria estadual de Desenvolvimento ao Turismo (Sedtur) ter anunciado, em 2011, diversas obras para Rondonópolis, tais como a ampliação do aeroporto Maestro Marinho Franco, que seria uma das alternativas ao aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, as obras ainda não tiveram início. Os investimentos da Sedtur, em parceria com o BNDS, são de R$ 25 milhões para serem aplicados na parte técnica do aeroporto.

   O projeto, inclusive, contemplaria o alargamento da pista de decolagem de 30 metros para 45 metros e da extensão de 1,8 mil para 2,3 mil metros. Também seria realizado o aumento do pátio de manobras, a instalação de cerca operacional, sinalização vertical e horizontal, e ferramentas que possibilitam pouso e decolagem por instrumento. No local, ainda seria instalado um raio-x para vistoria de bagagens de mão e uma esteira para distribuição das bagagens despachadas, além de um sistema de segurança eletrônica.
   De acordo com o secretário de Trânsito de Rondonópolis Argemiro Ferreira, atual responsável pelo aeroporto, a licitação para as obras já foi feita e a empresa vencedora é a Ensercom. “As obras vão começar na segunda quinzena de maio, porém não há um prazo definido para que elas acabem. O certo é que tudo fique pronto antes do início da Copa”, disse.
   O aeroporto Maestro Marinho é o maior e mais movimentado da região Sul do Estado. Fica localizado a 16 quilômetros do centro da cidade. Atualmente, possuiu salas de embarque e desembarque e equipamentos que permitem pousos noturnos. Apenas uma empresa de aviação está atuando. No total são três vôos diários. A média, segundo dados da Setrat, é de 80 mil passageiros por ano, o que daria cerca de 220 passageiros por dia.
   Se as reformas propostas pela Sedtur saírem do papel, o aeroporto de Rondonópolis ganharia a condição de quarto maior do Centro-Oeste, apto a ser usado como suporte para vôos direcionados ao aeroporto em Várzea Grande. Conforme a assessoria da secretaria, este processo é demorado, no entanto, como a licitação foi feita, no máximo daqui um mês as obras devem iniciar.
   De acordo com o secretário, a intenção da prefeitura é também investir no aeroporto da cidade. Para isso, está sendo elaborado um projeto de ampliação do saguão de embarque, que deve ser apresentado na próxima semana ao prefeito Percival Muniz (PPS), para uma possível aprovação. Os recursos estão sendo buscados junto ao Banco do Brasil, que deve financiar a reforma. “Não temos prazo para começar nem terminar essa ampliação, mas vai ser, sim, antes da Copa do Mundo”, afirmou Argemiro

Fonte: RDNEWS

Aeroporto: Secretaria protocola pedido de liberação de novos vôos. Horário será na madrugada com des

Aeroporto: Secretaria protocola pedido de liberação de novos vôos. Horário será na madrugada com des

A Secretaria de Planejamento, Ciencia e Tecnologia protocolou nesta quinta-feira (18), na Agencia Nacional de Aviação Civil (ANAC), a planilha de um novo horário de vôos. O pedido foi feito pela empresa Passaredo e a intenção é uma nova rota com saída de Cuiabá à 01h05 da manhã e chegada às 02h05 com retorno para a capital também na madrugada, com saída de Sinop às 03h30 e chegada em Cuiabá às 04h45. O secretário de Planejamento, Valdir Favareto, explica que a Passaredo solicitou a linha e a Secretaria já apresentou a planilha de viabilidade à Anac, agora a Agencia tem 30 dias para analisar o pedido. 
Hoje a empresa (Passaredo), opera na cidade com vôos diários de Sinop para Brasília às 13h33 e chegada em Brasília às 16h50. Já o vôo direto de Brasília a Sinop saí da capital federal às 11h36 com chegada às 13h10. A Passaredo também oferta conexões para Ribeirão Preto, São Paulo e São José do Rio Preto (SP), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ). Além da Passaredo, operam em Sinop a Azul/Trip com oferta de vôos diários para Cuiabá e conexões e a Asta com vôos regionais. De segunda a sábado a Asta disponibiliza a linha Cuiabá/Sinop/Juara/Juína com retorno, de terça, quinta e sábado realiza vôos Sinop/Confresa com retorno e de segunda, quarta e sexta com a linha Sinop/Alta Floresta e Novo Progresso (PA). 

Fonte: Secom
Autor: Claudia Lazarotto

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Movimento noturno no Aeroporto Int. Marechal Rondon no ano de 1998. (Relíquia)




De acordo com a descrição do vídeo postado no Youtube este vídeo foi filmado em 1998, com a presença da Boeing 767-300ER da TRANSBRASIL e Boeing 737-200 da VASP.


VÍDEO RETIRADO DO CANAL DE DOM BRITO (YOUTUBE)

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Obras no aeroporto de Rondonópolis devem começar em abril

Obras no aeroporto de Rondonópolis devem começar em abril

O aeroporto de Rondonópolis foi designado pela Anac como destino para a Copa Mundo de 2014
As obras de ampliação do Aeroporto Municipal  Maestro Marinho Franco devem iniciar em abril. Essa é a afirmação da secretaria de Desenvolvimento de Turismo de Mato Grosso, Teté Bezerra (PMDB), que explicou que os recursos da reforma já foram licitados e que agora resta apenas uma autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para que se de andamento nas obras.
“Já falamos com o escritório em Brasília para que eles nos ajudem a conseguir essa liberação. Acredito que em abril, após esse período de chuvas, as obras se iniciem”, conta.
Segundo a secretária foram liberados R$ 20 milhões (leia aqui) para que o aeroporto de Rondonópolis que foi designado pela Anac como destino para a Copa Mundo de 2014 tenha suporte para receber aviões de grande porte. Teté conta que após a ampliação o aeroporto local terá a mesma estrutura do que o de Cuiabá.
“O aeroporto de Rondonópolis terá a mesma capacidade e com toda a segurança que há na Capital”, diz Teté.

FONTE: Agora MT

domingo, 14 de abril de 2013

sábado, 13 de abril de 2013

Airbus A310 da Força Aérea Canadense em Cuiabá. Hoje 13/04/2013

Airbus A310 da Força Aérea Canadense em Cuiabá. Hoje 13/04/2013
Passou hoje por Cuiabá um Airbus A310(o da foto acima) da Força Aérea Canadense. Estou em busca de informações para saber o que ele veio fazer aqui.
Atualizando: Fui informado que esse avião trouxe o exército canadense para uma concentração final de todos os militares (brasileiros, canadenses, paraguaios) e depois vão partir para o Haiti.

Obs: essa imagem não é dele pousando aqui em Cuiabá, mais foi esse mesmo que passou hoje por aqui.

Movimentação cresce pouco.

Movimentação cresce pouco.
Entre janeiro a março deste ano 655,782 mil pessoas passaram pelo aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, entre embarques e desembarques. Número supera em 5,519 mil (0,84%) a quantidade de passageiros que circulou pelo terminal no mesmo período do ano passado, conforme dados da Infraero. Em março deste ano 224,340 mil pessoas compareceram ao aeroporto, sendo 113,488 mil (50,58%) embarcando e 110,852 mil (49,41%) desembarcando...

Período 2013(Janeiro a Março): 655,782 Mil passageiros.
Período 2012(Janeiro a Março): 650,263 Mil passageiros.

FONTE: Gazeta Digital

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Voo Aprovado

Voo Aprovado
PASSAREDO LINHAS AÉREAS
Situação do Voo:  APROVADO
PTB2208|ATR72| 2ª3ª4ª5ª6ªS |CGB 01:05 02:05 OPS
PTB2209|ATR72| 2ª3ª4ª5ª6ªS |OPS 03:30 04:45 CGB

A Passagem mais barata sai por R$79,00 na Promo.

PTB: ICAO da Passaredo Linhas Aéreas
CGB: Aeroporto de Cuiabá/Várzea Grande
OPS: Aeroporto de Sinop





Técnicos da ANAC vistoriam Aeroporto Municipal de Água Boa.

Técnicos da ANAC vistoriam Aeroporto Municipal de Água Boa.

 Técnicos da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil estão hoje em Água Boa. O objetivo dos técnicos é efetuar vistorias no novo Aeroporto Municipal.

Os técnicos visitam o aeroporto a pedido da prefeitura, com o fim de homologar o local para receber aviões de linhas aéreas comerciais.

A reivindicação da prefeitura vem desde o tempo da administração Maurição/Luiz Schuster, quando foi inaugurado o moderno aeroporto.

Os técnicos não gravaram entrevista, afirmando que isso só é possível com a assessoria de imprensa da ANAC.


Fonte: Escrito por: Inácio Roberto - Intarativa FM.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Aeronave tomba em pista de aeroporto de Sinop durante decolagem

Aeronave tomba em pista de aeroporto de Sinop durante decolagem

Piloto e passageiro, que é proprietário da aeronave, ficaram feridos.
Suspeita dos bombeiros é de que houve problemas no trem de pouso.

Aeronave tombou após tentar decolar em aeroporto (Foto: Só Notícias)
Aeronave tombou ao decolar em aeroporto de Sinop, de acordo com o Corpo de Bombeiros
(Foto: Só Notícias)

Um avião de pequeno porte tombou ao tentar decolar no Aeroporto Municipal de Sinop, a 503 quilômetros de Cuiabá, nesta terça-feira (9). O piloto da aeronave e um passageiro, que é proprietário da aeronave ficaram feridos. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. A aeronave caiu distante cerca de 700 metros da sala de embarque. As causas do acidente não foram divulgadas, mas a suspeita é de que havia problemas no trem de pouso, de acordo com o Corpo de Bombeiros.
A pista ficou interditada até o começo da tarde desta terça-feira. Conforme o Corpo de Bombeiros, o piloto se encontrava dentro da aeronave e sofreu ferimentos leves. “Não foi necessário levá-lo ao hospital, pois ele estava usando equipamentos de proteção’’, contou o tenente do Corpo de Bombeiros Leandro Alves. Ainda segundo Alves, não houve incêndio após o incidente.
Conforme o administrador do aeroporto, Liomar Costa, a pista foi liberada às 13h e o avião foi retirado da pista. “Agora, a aeronave será periciada pela Polícia Federal e pela Aeronáutica, que vai investigar as causas do acidente’’, informou. O avião era particular e fazia vôos internacionais.

Fonte: G1 MT

sexta-feira, 5 de abril de 2013

quinta-feira, 4 de abril de 2013

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Ampliação do aeroporto de Sinop pode iniciar este ano

Ampliação do aeroporto de Sinop pode iniciar este ano

onte: Só Notícias/Thais Festa (foto: Só Notícias/Marcilio Azevedo/arquivo)

Foto
O anteprojeto para a reforma e ampliação do aeroporto municipal João Figueiredo deve ser protocolado até o final do mês junto a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para análise e aprovação. O prazo para a resposta da Anac é de até 90 dias. De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Valdir Favareto, a expectativa é de que as obras se iniciem ainda este ano. "Se compararmos com outros aeroportos estamos adiantados", disse, ao Só Notícias.

A previsão é de que a obra seja feita por módulos. Possivelmente a primeira parte será o terminal de passageiros com a instalação de equipamentos de segurança, controle de navegação aérea, expansão da área com oito mil metros quadrados, entre outros. De acordo com o projeto, o desembarque de passageiros será desmembrado. O pátio para voos comerciais é de 45 mil metros e para voos executivos 21 mil metros. 

Em seguida, será feita a ampliação da pista, que atualmente tem 1,6 mil metros e pode chegar a três mil metros até o final da obra. O terminal de cargas está previsto para o terceiro módulo. A estrutura é de quatro mil metros e comporta três aeronaves simultaneamente. Além de duas em espera. 

A ampliação é de cerca de 3,3 quilômetros quadrados. O valor total do investimento é de aproximadamente R$ 180 milhões. "Já lançamos as cotações de preços para licitação".

Segundo o secretário, a ampliação do aeroporto a longo prazo pode mudar a situação da região. No entanto, trata-se também de um conjunto de logística que deve ser melhorado "como a duplicação da rodovia". "O aeroporto a curto prazo também vai melhorar o serviço prestado aos usuários".

Atualmente, a média é 12 mil embarques por mês no aeroporto de Sinop. No ano passado, foram cerca 120 mil embarques e desembarques.

O projeto, conforme Só Notícias já informou, integra o Programa de Investimento em Logística de Aeroportos, lançado pelo governo federal em dezembro do ano passado. Para Mato Grosso, serão destinados R$ 331 milhões para 13 aeroportos.

No início de março, o consultor de reestruturação e administração de aeroportos, comandante Hammer, esteve me Sinop para realizar a consultoria técnica visando a projeção do aeroporto. 

Na ocasião, Favareto apontou que a ideia é projetar o aeroporto municipal para os próximos 20 anos, em ações modulares, que possam ser realizadas sem comprometer o funcionamento e que visam ampliar as instalações, possibilitando o recebimento de grandes aeronaves nacionais e internacionais, além da construção de pista específica para carga e descarga.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Sinop: Passaredo passa a operar com vôos diários a partir de 5 de abril

Sinop: Passaredo passa a operar com vôos diários a partir de 5 de abril


 A informação foi repassada nesta manhã (27), pelo diretor presidente da empresa, comandante José Luiz Felício Filho ao prefeito Juarez Costa. De acordo com o diretor, a partir do dia 5 os vôos serão disponibilizados cem aeronave ATR 600, capacidade para 72 passageiros com saída diária de Sinop para Brasília às 13h33 e chegada em Brasília às 16h50. Já o vôo direto de Brasília a Sinop sairá da capital federal às 11h36 com chegada às 13h10. Até o momento a companhia disponibilizava vôos as terças, quintas e sábados. A empresa irá ofertar conexões para Ribeirão Preto, São Paulo e São José do Rio Preto (SP), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ).  

Além da Passaredo, operam em Sinop a Azul/Trip com oferta de vôos diários para Cuiabá e conexões e a Asta com vôos regionais. De segunda a sábado a Asta disponibiliza a linha Cuiabá/Sinop/Juara/Juína com retorno, de terça, quinta e sábado realiza vôos Sinop/Confresa com retorno e de segunda, quarta e sexta com a linha Sinop/Alta Floresta e Novo Progresso (PA).  

Para o prefeito Juarez Costa, “Os vôos diários com conexões para os grandes aeroportos nacionais e internacionais do país constituem hoje a logística diferenciada de Sinop, o que coloca a cidade na rota de grandes investidores, dadas as possibilidades de acesso”.

Ampliações do Aeroporto João Figueiredo
Ainda na tarde de ontem (26), foi realizada no gabinete do prefeito uma reunião técnica para dar continuidade ao projeto de ampliação do aeroporto João Figueiredo. O encontro contou com a presença do comandante C. Hammer, da Phenix, de Maringá (PR). Hammer é consultor de reestruturação e administração de aeroportos e o responsável pela consultoria técnica do projeto de ampliação do aeroporto municipal, os trabalhos têm prosseguimento nesta quarta-feira (27).  

Desde o início de fevereiro a equipe técnica da Prefeitura tem atuado em um cronograma que visa projetar a ampliação do aeroporto para os próximos 20 anos. Reuniões com entidades de classe e a sociedade civil foram realizadas para levantar sugestões. O secretário de Planejamento, Ciência e Tecnologia, Valdir Favareto salienta que “Esse é um grande projeto, buscamos projetar o aeroporto municipal João Figueiredo em ações modulares, que possam ser realizadas sem comprometer o funcionamento e que visam ampliar as instalações, possibilitando o recebimento de grandes aeronaves nacionais e internacionais, além da construção de pista especifica para carga e descarga”, salienta.

 O projeto integra o Programa de Investimento em Logística de Aeroportos, lançado pela presidenta Dilma Rousseff no final de dezembro do ano passado, orçado em R$ 7,3 bilhões, do total R$ 331 milhões serão destinados para 13 aeroportos mato grossenses. De acordo com o Governo Federal, a medida visa melhorias em qualidade de serviços e de infraestrutura aeroportuária e ampliação da oferta de transporte aéreo à população em todo o país. Valdir destaca que o aeroporto de Sinop é o segundo em movimentação no Estado com 120 mil embarques e desembarques em 2012. “Trabalhamos com uma média mensal de 12 mil embarques e desembarques. São pessoas de toda a região, empresários, estudantes, comerciantes, visitantes que optam por um meio de transporte mais rápido. O que buscamos agora é torná-lo mais econômico e acessível a um numero ainda maior de passageiros ampliando as instalações”, pontua o secretário.

No Mato Grosso, de acordo com a previsão inicial do Governo Federal, devem ser contemplados os municípios de Cáceres, Pontes e Lacerda, Tangará, Alta Floresta, Matupá, Vila Rica, São Félix do Araguaia, Barra do Garças, Lucas do Rio Verde, Juína, Juara e Rondonópolis. Contudo, ainda não há estimativa da liberação de valores. Conforme a assessoria de imprensa da ANAC, os projetos promoverão a melhoria, o reaparelhamento, a reforma e a expansão da infraestrutura aeroportuária, tanto em instalações físicas quanto em equipamentos. Entre os projetos estão a reforma e construção de pistas, melhorias em terminais de passageiros, ampliação de pátios, revitalização de sinalizações e de pavimentos, entre outros. Os recursos estão previstos no Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

fonte: Expresso MT